Chat da Rádio Municipalista Brasil

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A distancia

A distancia,as memorias,as lembranças, as historias,são a luz do meu caminho,neste momento sozinho.
Os momentos de amor,de amizade e carinho,povoam minha mente,me fazem viver em fim,mesmo distante de ti e voce distante de mim.
Ando devagar pelas ruas,sentindo a falta sua,como um lobo uivando para a lua,coração explodindo no peito,gritando que não tem jeito,voltar é realmente preciso,ou perco o juíso.
Ah! minha amada angelical, do nosso sul cardeal,que faço sem seu calor sem igual,seu carinho,sua atenção,seu amor,seu coração.
Triste é a vida, agora sem nossa vida em comum,nos fazíamos dois seres em um,com pensamentos e sentimentos,corações em batimentos,unidos no amor,em comum contentamento.
Que vida sem graça,que sem sentido se passa,como viver por viver,como sentir sem sentir,essa é a vida de agora,resultado da vida de outrora,resultando a do porvir.
Meu bem,meu amor,minha vida sem sentido agora esta ao seu dispor,ainda que a distancia,tenho a nitida esperança de reviver esse amor

Nenhum comentário: