Chat da Rádio Municipalista Brasil

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Gotinhas de amor

Outro dia eu senti,que as pessoas me observavam,que gotinhas caiam por onde eu passava,era murmurios e cuchichos,todo mundo comentava,das gotinhas que caíam e por todos lados rolavam.
Arco iris se fomavam,passarinhos esvoaçavam,todos encantados com as bolinhas, que magicamente brihavam,era magico tudo aquilo, que realmente acontecia,como pedaços de diamante que lindamente reluziam.
Intrigado,sem saber,procurava entender,afinal que era aquilo?O que devia eu fazer?Eis que derepente um sábio,veio me ver e disse_Vim para da falar o que acontece com voce.
Quando passa pela rua,por caminhos ou pela praia,querem a atenção sua,te pedem e dão carinho e te pede para que não saia?E ainda as pessoas ficam sempre em paz,experimentam profundo torpor?isso é energia,a pilula da alegria,são gotículas de amor.
Vá filho não exite, de alegria a quem vive triste,seja a luz na escuridão,ilumine os corações.leve o amor ás multidões.
Ainda de boca aberta coma historia revelada,procurava entender,mas não entendia nada,onde já se viu?Um mero pecador,distribuir gotículas de amor?Será?Que estou transbordando amor?Só sei que sinto enorme amor,e quero sempre, distribuir essas gotinhas de amor.

Celio Rheis 30/11/2011-20:04

Um comentário:

Tereza disse...

Legal, bonita.