Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Imperatriz do amor

Onde esta o cavaleiro?Onde esta o valente soldado?Grande era sua fama,muitas suas habilidades,seu conceito era alto junto a vossa majestade.
E agora hulmide poeta?Não passa de um vassalo,neste imperio de sentimento,turbilhão de pensamentos,que vieram na hora certa, abduzilo,arrebatá-lo,levar-te as alturas,incomparáveis aventuras.
Porem a dedicação a sua musa eleita,criatura perfeita de seus sonhos tão secretos,te torna um serviçal,obediente, dileto,que a serve com alegria,passa seu tempo inteiro semanas, meses e dias,
procurando as palavras para cantá-la em poesias.
Esta será a realeza?Dona de eterna beleza?Dona de seu coração?Suave como a flor,sensivel como a seda, taça cheia de amor,que o enche de emoção.
É poeta,sinta-se enfim feliz,encontrou sua imperatriz,aquela de tempos passados,de tempos tão dourados,onde eram amantes e amados.
Te recordas nos momentos de extremos sentimentos,quando seus corpos em chama, se entregam e se amam,dos belos e antigos torpores,sensações de regressão a uma outra dimensão,onde já viveram lindos amoresm,entre flores.
E agora?É chegado o tempo,é chegada a hora,de reviver outrora,se encantando com a aurora,sem precauções ou temor,seja e faça feliz,sua linda imperatriz,a imperatriz do amor

Um comentário:

Rayo Lunnar disse...

DOR DO SILÊNCIO

No silêncio ouço o seu suspiro, a sua respiração.
Imponente, majestoso, avassalador.
Oh! silêncio cruel porque faz isso comigo?
Entre as trevas de uma solidão no cárcere do meu coração,
Na mente essa tremenda confusão, porque aplica-me esse castigo,
Procuro-te sem tréguas, mas tu oh silêncio cada vez mais te escondes
causando-me essa dor que perdura de forma insistente,
Ocultas-te habilmente para além da consciência,
Desafias diariamente a minha paciência,
No desespero quase desisto do meu objetivo
Mas vês a minha insistência,
Mesmo em silêncio não desisto te busco,
Procuras fortalecer-te com maldade, mas respiro fundo,
Aguardo com serenidade, o dia que hei de te vencer,
Já descobri o desfecho… me liberta dessa dor
só quem pode quebrar esse silêncio é você!!!!


Beth vianna.