Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

domingo, 6 de novembro de 2011

Navegador

Embaixo das estrelas,sob luz da lua,ao som das ondas do mar,a linda imagem sua,refletindo como uma escultura ou um anjo de candura.
Foi assim aquela noite,de lua tão prateada,minha loba uivava,como se fosse devorada,tanto amor,tanto carinho,entregues naquela hora,nem vimos o sol chegar,precisamos ir embora.
O tempo passa,tão rápido de maneira fulminante,mas não saem de minha mente aqueles lindos instantes.
Que delicia,maravilha minha muza,estavas certa,lembra que foi a primeira,que me chamou de poeta?Passe o tempo que passar,que a vida me leve para longe de ti,mas certas coisas nossas,não esqueço,nunca esqueci.
É certo que neste mar da vida,somos nosso timoneiro,mas muitas vezes a deriva não podemos criar o roteiro,vagamos por calmarias,ou por altas ondas revoltas,nem sempre estamos indo,nem sempre estamos de volta.
Estou agora,a deriva em meu velho saveiro,só dou graças a Deus, por me manter inteiro,sigo por rotas estranhas,mas sob a luz do cruzeiro.
Não pense que me preocupo,ou que tenho qualquer temor,nada me assusta,porque tenho no peito amor,eu sou um navegador.
Sou amor,sou sentimento,sou carinho,sou paixão,mas tambem sofro ás vezes,pois tenho um coração,coração cheio de saudades,cheio de amor para dar,só esperando a pessoa, certa para entregar,enquanto não a encontro,é preciso navegar

4 comentários:

patuska disse...

Poxa! Vc pegou fundo.....me levou as lagrimas.....
Fico triste ao perceber seu coração tão triste.....
Es mto sensivel.....e, escreves com a tinta do coração.
Compartilho seus sentimentos....
E, toda essa emoção....
Bravo, meu querido poeta...

MARES disse...

""EU ""

Eu não existo sem você
Eu sei e você sabe
Já que a vida quis assim
Que nada neste mundo
Levará você de mim
Eu sei é você sabe que
A distância não existe
Que todo o grande amor
Só é bem grande
Se for triste
Por isso meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todods os caminhos
Me encaminham pra você
Assim como o oceano
Só é belo com o luar
Assim como a canção
Só tem razão se cantar
Assim como a nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como a brisa
Só e suave com o mar
Assim como meu amor
Só existe por você
Assim como viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você

MARES disse...

"""SOLIDÃO"""

Há solidão me desola,me faz pensar em ti meu docê é ingenuo amor de outrora.
Há como imploro,como choro,como desejo sentir seu cheiro ,teu gosto teu calor ,meu eterno e doce amor.
Há solidão me devora ,mas não posso temer tenho em meu pensamento a certeza que você vou ter.
Por um momento simto teu cheiro, teu calor,o gosto de seu beijo me afaga, por um momento seu amor meu coração ampara.
Estou em suas mãos, seus pequenos gestos são a minha salvação,
esperança
que se acabe de vez essa solidão.
Mas derrepente amor me vejo imersa em solidão sem teu amor so há lagrimas e dor.
Sem você sou um barco a deriva em alto mar ,a procura de seu amor pra me salvar.
Mas não me preocupo es um grande navegador é a tua saudade irá te guiar é me resgatar.
Onde seu amor,seu sentimento,seu carinho irá definitivamente deixar de navegar e finalmente no porto do amor atracar.

Rayo Lunnar disse...

DOCES LEMBRANÇAS

É por essas e outras lembranças maravilhosas de nossos calientes momentos,meu amor que te peço!!
Não me diga jamais que não te espere!!
Que não me desespere, que não pergunte mais nada!!
Simplesmente impossível meu amor,
Já que você me mostrou a vida de modo tão real, agora estás tatuado no meu coração, cigano simples e original,
Agora levo nas veias, suas carícias e castigos, por ter me apaixonado com tamanho amor que me faz sentir a cada instante, maior que todo o espaço, maior que a solidão flamejante,mais forte que o mais forte abraço, maior que a claridade,
Não me diga que já é muito tarde,
Porque acredito em milagres
Não perguntes como estou,eu vivo em minha saudade, não posso descrever na verdade,e te deixo em liberdade,
Muito menos aonde vou, pois onde vou sem você?
Somente necessito do cheiro da tua pele, como o dia que me conhecestes talvez,
Querer-te foi muito fácil
Eu não sei se poderei te esquecer amor,hoje lembro do beijo que te dei com toda a minha paixão te amei com desejo, com o coração
Me disse que não queria perder-me jamais,só tu me podes compreender
Já não sabes o que fazer
Para ver-me sorrir como ontem
Eu me controlo ao falar
Por medo de tropeçar
E me entrego a tua forma de ser e pensar, minha estrela, meu sol, me busca em teus pensamentos e deixa eu navegar no seu mar!!!


Beth vianna.