Chat da Rádio Municipalista Brasil

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Amor proibido

Porque meu coração bate assim?Voce esta em outros braços,nem se lembra de mim,nem imagina o quanto desejo,o sabor de seu beijo,de amor perder os sentidos,desvendando o que tem embaixo deste vestido,te arrancar sussurros gemidos,será que estou perdido?Amor proibido?
É outro que sente seu pefume...Veja o restante no livro "O Amor em Poesias"
http://www.clubedeautores.com.br/book/121285--O_Amor_em_Poesias


Celio Rheis 27/12/2011-11:45

3 comentários:

Anônimo disse...

É MARAVILHOSO PODER LER UMA POESIA TÃO BEM ESCRITA COMO AS SUAS POETA,CADA DIA ME ENCANTA MAIS.ABÇS

MARES disse...

"INSANO DESEJO"


Não há dúvidas sobre teus desejos
nem mágoas que me rasguem o coração
Se dois braços me apertam por inteiro
E logo são quatro,entrelaçados, na emoção
E quatro braços,
abraçados unidos puramente
juntando dois corpos
em um amor simplesmente
Unindo desejos interrompidos
liberando carinhos indefinidos
E toda dúvida faz silêncio
e toda mágoa se faz paixão
todo amor ven a tona
no embaraço desse doce laço,
desnudando o coração.
Nos meus lábios, o gosto de teu amor menino
E no teu corpo, o meu ardor de ser mulher
No teu suspiro, encontro marcado do destino
E nos meus olhos, o prazer que tanto te quer.

Anônimo disse...

AO AMOR PROIBIDO, grande carinho e admiração. poeta do amor.

Lindos momentos que passei com palavras lindas
Com um grande sentido... em minha vida...
Encantou-me e me deixou sem respirar
Palavras amáveis, mas foram somente palavra e nada mais.

Vivo em dois mundos diferentes um real e outro virtual
Ora é paixão que se sente, ora de um só amor não basta.
Nestes dois mundos tenho que aprender a não magoar....
Pessoa que me amam, mas tenho sede de amar...

Essa linda fantasia que é luz para meus dias
Pois a poesia não vai me encontra no mundo real
E levo a vida feliz... não quero deixar cicatriz
Ao homem que amo muita saudade!!!

Para o homem que comigo faz amor total devoção
Envolta somente de carinhos sente ciúme eu sei
Num corpo suplicando o amor, por outro também me apaixonei.
Quem um dia poderá entender sabe lá não sei....
27-12-2011-Lise