Chat da Rádio Municipalista Brasil

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Não chore amor..

Não chore meu amor....o dia da bonança chegou,trouxe para voce muito carinho,muito amor,veja ate o sol mais forte nos iluminou,ou será a luz do meu amor?
Me deixe secar seus olhinhos,te encher de beijinhos,aconchegar seu corpo em meus braços,como se fosse seu ninho,...Veja o restante no livro "O Amor em Poesias"
http://www.clubedeautores.com.br/book/121285--O_Amor_em_Poesias

CelioRheis27/12/2011-10:33

2 comentários:

Anônimo disse...

AMEI ...fico feliz em senti seu passos, suave sereno como na aréia da praia.
E o meu amor se fortalece junto de ti,na distancia que não me ultrapassa nossa emoções.Não vou mais chorar...não.
Uma bela homenagem a sua amda...beijo da Lise.

MARES disse...

''RENASCE FENIX'''


Então chega ao fim da jornada
é chegado o grande momento
abre tuas asas grande ave
retorna agora ao teu ninho
obtiveste através de muita luta
o teu merecimento.

Fenece na terra
o corpo do homem
fulgura no infinito
o espirito da fênix
um espirito hoje remido.

Alça teu voo
ó graciosa ave
espirito do homem na terra
alma livre na eternidade
continua aluna
na escola da vida.

Fez a passagem com serenidade
pereceu nas chamas do ego agoniante
renasceu das cinzas da sua humanidade
para novamente alçar teu voo
o espirito fulgurante.

Eleva-te o mais alto que puderes
vistasse de tua plumagem fogueante
liberta-te enfim de tua carne
conquiste o infinito universo
ó espirito bondoso e radiante.

Então retorna em sua mente
aquela voz amiga
pedindo
que se esqueça de tempos pretéritos
que onde antes havia em si defeitos
hoje sem duvida
existem méritos

Percorrera as negras paisagens da heresia
desistira por longo tempo de sua vida
já hoje a luz do sol
afasta de si a escuridão
lhe traz novamente a alegria
é novamente dentro si
a estação do verão.


Pronto esta este homem
para seguir seu destino
de posse de suas faculdades
de posse de seu livre arbitre o
ele parte novamente
para o exercício
de todas suas qualidades
plantando em todos os canteiros
a sua semente.

Veja,olhai atentamente
vede aqueles canteiros a florir
são a sementes do andante
o caminhante a sorrir
aquele que semeia palavras
que planta palavras no canteiro dos livros
para que se leiam
aos mortos e vivos
aos pássaros legendários
dos espíritos,vivos e imaginários.