Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Nem eu sabia...

Nem eu sabia que poderia me apaixonar um dia,viver monentos de alegria.
Nem imaginava,que sem querer amava e minha alma entregava.
Nem eu sabia, que com tanta ironia,o cupido me atingia e de longe sorria.
Nem sequer pensei,que na distancia,amei,e te quiz,te venerei.
Nem eu sabia,que tinha tanta energia,tanto sonho, fantasia, numa vida tão vazia.
Nem mesmo a natureza, com toda sua beleza,consegue tal proeza.
De quebrar o gelo que havia,da minha estrada tão fria e enfeitar com poesia.
Enfim nem eu sabia,que tanto te amaria,e seu amor me daria!
Nem eu sabia,que ao raiar do dia enfim te perderia,e sem ti eu ficaria,quem diria?Que você se fosse um dia?
Nem eu sabia,que ao perder choraria,quanta lágrima cairia,meu Deus,que ironia!Rasgar a fantasia,acabou-se a magia.
Realmente eu nada sabia,saberei um dia?

Celio Rheis 01/02/2012-17:52

3 comentários:

Rayo Lunnar disse...

BOA SORTE!!!
O importante é hoje, o ontem já não existe,
O amanhã ainda virá com as suas surpresas alegres ou tristes,
Hoje te trago pétalas de bem-me-quer,
Lírios,flor de Liz, rosas jasmim o que você quiser,
Mil idéias pra realizar,
Seu sorriso não pude esquecer,
Leve certo para não errar
Viva os ares que puder viver
Levo a vida como uma aprendiz
Levo lápis é tão bom pintar,
Rabisco as paredes do acaso com a minha marca usando apenas um giz
Levo um caderno para me escrever,
Poesias de amor pensando em você
Quando aquela musica tocar com ternura,vou lembrar das nossas loucuras!
O meu abraço eu vim te trazer,
Sem mágoas coração cristalino,
Como água de beber, aqui estou de volta, e para eu ficar só depende de você,
A nossa amizade vence tudo,
e hoje sinto que está muito mais forte,
E por isso, e muito mais,
te trago um beijo com magia cigana, temperado de muita sorte!!!

Beth viana (Rayo Lunar)

m disse...

Sinto falta

Sinto falta
da intensidade dos teus braços
do embriago dos teus sussurros
Precisamos de aproveitar o tempo perdido
Quero-me entorpecer nas tuas vontades
Quero-te hoje
sufocando-me de abraços e de beijos
Desejo-te por inteiro
Não só o teu corpo
Mas também
Necessito da tua alma
da tua paz de espírito límpida
necessito de tudo isto para mim
Imploro pelo teu perfume
Quero sentir o veludo da tua pele
Quero-te todos os dias
Preciso de acariciar os teus contornos,
e de acariciar as tuas saliências.

MARES disse...

Voltei por te amar!!!

Quando amorte me afastou de ti e meus olhos se encheram de nuvens.
Quando os raios e agua desabaram
esperei em silencio por ela partir.
A chuva há de esgotar, eu sei que tu nuvens juntamente com as estrelas que despontam.
Esperei e o tempo finalmente abriu
assim como os olhos meus em ver os teus.
Todos os astros também te buscavam
porque o céu inteiro em ti se viu
refletido no reluzir feliz dos meus olhos amantes que se enfim reencontraram.
E agora em seu amor quero me abrigar e em meu coração se quiser podes morar olha o céu, é teu, voltou a iluminar e a aurora agora não tarda a chegar.
A chuva se foi pela brisa a soprar...
0lha a céu voltei, voltei, por te amar.
A dor de uma separação não há o que conforte; o sofrimento é tanto
que sepulta a vida mais que a própria morte...
Ficamos cambaleando,perdemos a rota,sem perceber que a vida continua,lá, bem distante,
fora de nosso alcance.
Desafio de gigantes...
Ter que continuar
com a ausência de quem foi tão presente...
Ter que se conformar
com a lacuna imposta diariamente...
Reagir de maneira positiva,
não velar a dor eternamente,
para que não percamos novamente.
Reconstruir a vida partindo através da chegada.
E não da partida...
Sermos maiores que a dor que vivemos, nos amarmos para resgatar o que perdemos...
Livrarmo-nos dos lixos afetivos
que nos fazem depressivos...
Escancarar portas e janelas
e esperar o novo que vai chegar...
E acreditar...que novamente vamos nos amar.