Chat da Rádio Municipalista Brasil

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Como se fosse a primeira

Sempre como se fosse a primeira,primeira vez que te vejo,primeira vez que te beijo,primeira vez que te amo.
Sempre que amanhece o dia,depois de uma noite de magia  de amor e fantasia,primeira coisa que faço,te chamo.
Como a primeira vez que tive que me despedir,com dor imensa no coração,morrendo de paixão,tive que sair.
Como se fosse a primeira vez cada vez que entramos no quarto,nos abraçamos e beijamos e vamos então a cama.
Como a primeira vez,quando nasceu a paixão,amor inunda o coração,explodindo de tesão,então a gente se ama.
Ah!Meu amor,a cada vez que o amor,grita aqui dentro do peito,coração diz não tem jeito,como na primeira vez.
Seus olhos me hipnotizam,me deixam sem ação,então o maluco tesão e aquela languidês,como na primeira vez.
É demais   nossa loucura,horas e horas de aventura,na cavalgada louca,potranca em disparada,se deliciando amada,me beijando a boca,lembra da primeira vez?Essa é como a nossa primeira vez.
E agora?Não quero mais ir embora,quero perder a hora,ficar de lingua de fora,do amor que a gente fez.
Quero  perder o juizo,brincar de paraiso,sempre como a gente quis,berncando de ser feliz,como na primeira vez.

CelioRheis

Nenhum comentário: