Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Saudade de algo...

A saudade mais bandida que nos explode o peito,pode não ser por algo que fizemos,mas por que não foi feito. Pode ser por um olhar,um pensamento secreto,um sorriso interessante de alguem um tanto dileto. Pode ser a vontade que se passou sem manifestar,uma vontade de ser feliz,uma vontade de amar. Pode ser saudade de uma amor escondido,sufocado,sem sequer ser conhecido pelo misterioso ser amado. Pode ser do silencio que estrangulou a garanta,passando dias meses até anos esta saudade não se espanta,não adianta. Oh!Só quem sente uma saudade destas assim tão bandida,sabe que sempre existirá situação mal resolvida,pedaço de tempo anulado sem que a vida seja vivida. É fato inconteste que a saudade maltrata,mas esta de que falo é a saudade mais ingrata,saudade do sorriso,saudade de quem sorriu,saudade que ficou de alguem que partiu. Sem no entanto imaginar que tal saudade existiu,quem sente saudade assim?Afinal quem a sentiu? Celio Rheis

Nenhum comentário: