Chat da Rádio Municipalista Brasil

domingo, 7 de junho de 2015

Sozinho na multidão

Sozinho na multidão,quantos não sentem assim?Sem amor no coração,caídos na solidão. Será culpa dos outros?Será realmente o fim? São becos psicóticos?São ciladas de nossas mentes?Ou apenas serão fazes que passam de-repente? Sozinho na multidão sem amparos ou muletas,sem coragem para caminhar prestes a ir para sarjeta,é um passo para o fim ou um passo para loucura,esquecemos momentos suaves,esquecemos toda candura. É gente, se entrapeando, é gente virando restos, pensam porque será que não amo,pra que enfim será que presto? É gente lotando praças, gente nos sanatórios será um longo castigo?Ou é tudo transitório?Meu Deus porque será,que existe solidão em meio a tanta gente,sozinho na multidão? Celio Rheis

Nenhum comentário: