Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

sábado, 24 de junho de 2017

Eu não tive voce

Ontem eu vi voce,ontem eu quis voce, mas ontem eu não tive voce. Eu sorri com voce, brinquei com voce sonhei com voce. Ontem eu andei de mãos dadas e até abraçado com voce. Ontem eu brinquei na piscina com voce, brinquei no mar, nas ondas com voce. Mas por mais que tivesse vontade mais uma vez eu não tive voce. Terá sido um sonho, uma visão?Um brincadeira de meu coração querer ter voce? Menina mulher, moça ou o que seja qualquer, piração de cabeça, mas eu quis ter voce. O tempo passou, coração acalmou, o desejo amenizou, mas não acabou, quero ter voce. Sua imagem, miragem na mente, talvez inconsciente, não sai da mente, sempre voce. A vida continuou, o sonho não se realizou, lá na imaginação tenho sempre voce. Nada Muda meu caminho, mas não esqueço seus carinhos ainda desejo voce. Sonho inextinguível, realidade inacessível, amor impossível pois não posso ter voce. Porque ter o passado é presente, coração incandescente, e essa lembrança de de voce? Se nosso tempo passou, nosso desejo não se consumou e eu não pude ter voce. Celio Rheis

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Minha dona, minha esposa...

Não preciso olha para cima para ver o céu ou o paraíso; Basta olhar para seus olhos, te abraçar. É uma sensação gostosa, chego perder o juízo; Quando estamos a nos ter. nos pertencer e nos amar. É tão doce este momento para a mais estranha loucura Me sinto criança, me sinto homem ou mesmo um super herói; Me jogo completamente de corpo e alma nesta aventura, Que ai sequer imaginar o fim meu coração dói. Se você é minha dona, minha esposa, minha incrível mulher; Faça de mim seu escravo, vassalo, seu eterno e fiel amante. Me tenha como seu fã, seu príncipe, me tenha como quiser; Por toda sua vida, pela eternidade, ou apenas neste instante. Se para viver necessito da terra, da água e do ar; Preciso também sua presença,seu toque, seu calor. De que valeria viver sem ter você e sem poder te amar? Não adiantaria ter oxigênio, nem o sol, nem o mar se não tivesse seu amor. Celio Rheis

domingo, 11 de junho de 2017

Minha singela visão de poeta sobre a politica..

Olá amigo e amigas de todas páginas que me faço presente na internet a meus blogs, quero neste momento contar uma pequena história e dar minha modesta opinião da trajetória de Lula no poder e o que isso resultou. Em 1992 eu era ainda petista roxo e andava com uma estrela de meio metro pendurada na traseira do meu fusca, certo dia tomando umas cervejas em frente a escola que eu estudava e conversando com meu professor que era sócio do colégio, professor de fisica, matemática etc..Falávamos de assuntos tipo cosmologia, universo, reencarnação, metafísica etc. Ele disse interessante voce ser petista e conhecer e discutir estes assuntos e naquele momento ele disse Lula é um destes iluminados que nascem de eras em eras para elevar a humanidade. Eu fiquei com aquilo na mente, mas quando vi Lula como PMDB na chapa como vice tratei logo de ficar com pé atrás será que o professor errou?Brizola que eu admirava dizia...Domesticaram o Lula um oportunista dizia o Lulinha paz e amor..E eu ficava sem o que pensar exatamente. Hoje olhando para trás posso garantir o professor estava certíssimo, se Lula não tivesse passado por domesticado finado Brizola, se ele não tivesse passado por Lulinha paz e amor senhor oportunista, ele jamais chegaria ao poder. No Brasil hoje não haveriam transposição do Rio São Francisco, o nordestino não teria experimentado a vida fora da miséria,e muita gente hoje que posa de doutores sequer teriam se alfabetizado. É claro que Lula sabia que este golpe aplicado na Dilma era planejado aplicarem nele, mas ele foi muito hábil, teve um congresso desfavorável ao golpe, pelo que sabemos o vice dele Alencar era íntegro e não aceitou participar de golpe, com isso Lula foi avançando em serviços sociais, se fortalecendo e elevando o Brasil a patamares inimagináveis. Lula acreditava que transformaria o Brasil em paraíso?Da água para o vinho?Claro que não, ele sabia que o golpe estava sendo apenas prorrogado, protelado, adiado, não sabia para quando mas seus arquitetos não desistia, os seres das sombras, os mesmos que assassinaram Getulio e tantos outros, fizeram Janio renunciar depuseram Jango, e tomaram o poder a bala, desta vez armavam e arquitetavam um novo golpe mais cruel e covarde. Quando Lula se elegeu pela segunda vez, já não fez um congresso tão favorável a seu governo, na sua saida e eleição de Dilma com o Diabo como vice, teve um congresso ainda menos "povo", a direita acreditou que venceria ela com o pior personagem que eles tinham, (não que tenham algum bom), passaram raspando , Dilma ganhou por pouco, ali se desenhava o golpe. aliás se colocava em prática pois desenhado ele estava há tempos e não demorou, menos de meio mandato e se concretizava com o congresso mais poder da história do Brasil, judiciário idem, midia secular golpista, encerrou assim os 13 anos de petismo no planalto. Foi em vão a trajetória de Lula?Claro que não, ele mudou a tradição de revoluções a nivel mundial, pela primeira vez alguem de baixo, literalmente de baixo, superou os de cima, o analfabeto como o chamam até hoje os invejosos, venceu os literários, academicistas, criou expectativas, perspectivas, esperança no coração do povo, iniciou a construção de um verdadeiro país, sem vira latismo. foi interrompido, mas esta na iminência de voltar. Isso desespera a direita pois se começando do zero ele chegou onde chegou e iniciando de onde está onde chegará? Isso é um pouco do que penso de Lula e o Brasil,hoje estou fora do PT estou participando da criação do PMM Partido do Mérito Municipalista, mas o Brasil é meu país e não dá para desvincular a história do Brasil da história do Lula. Celio Rheis

Nossa visualização neste momenio

Visualizações de página por país Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog Entrada Visualizações de página Estados Unidos 1306 Brasil 387 Alemanha 292 Portugal 47 Irlanda 33 França 25 Reino Unido 8 Canadá 6 Filipinas 3 Japão

Creiam

Creiam: você estará sempre no lugar certo e hora certa, disso o universo se encarrega, a você basta fazer a coisa certa, quando for possível fazer faça, quando não aguarde, quando for possível falar fale, quando não ouça, quando for possível ensinar ensine, quando não aprenda. Celio Rheis

Nossa rádio

Nossa rádio a RádioMunicipalistaBrasil além de ter seu proprio site www.radiomunicipalistabrasil.com.br, pode ser ouvida tambem aqui neste blog. Está por enquanto apenas com musicas no automático, mas em breve estará com programação ao vivo. Venha nos prestigiar deixe seu recado no chat que retornaremos ou nos adicione tambem no whatsapp 12 982696255 Se voce ainda não é um municipalista ou não conhece o PMM Pertido do Mérito Municipalista, entre no link conheça e se cadastre, venha ser fundador e presidente definitivo em sua cidade. www.partidomunicipalista.com.br/2230 Qualquer duvida no telefone e whatsapp acima Esta é uma das propostas defendidas pelo PMM Partido do Mérito Municipalista.

Inexplicável

Olhar em seu olhar, o véu da saudade rasgar, vibrar com sua emoção, sentir o seu pulsar. Sua alma de menina, olhos que me fascinam, me elevam a condição de amante. Sua pele sedosa, eriçada, gostosa, me faz tremer, em descontrole, delirar. Viagem, loucura, desejo, paixão,amor, não importa que nome se dê a este instante. É coisa sem descrição, transcendência, reencarnação, história sem igual. Sentimento inocente coisa de adolescente,transe louco,inconfesso. Ou será amor de meninos, crescidos, incandescidos pelo fogo sideral. Lembrando de cenas já vividas não agora, mas em outras vidas em um canto do universo. Impossível, amor invencível ou paixão de seres titânicos, amantes eternos. Porque as repostas não surgem, seria realmente algo proibido?Escondido? Poderia este lindo e explosivo sentimento, transformar o céu em inferno? Ou é por fazer mais gostoso se torna assim perigoso, difícil de ser vivido. Ah!Falta pouco para explodir esta vontade de ir, de viver esta aventura. Coração pula no peito, parecendo querer sair, estilhaçar em pedaços. Que coisa inexplicável,sem nexo, sem noção, será isto loucura? Querer sair do normal, virar um maluco total e correr para seus braços. Celio Rheis

Seu quinhão

Quando a estrada acabar, não vamos ter chance de retornar não poderemos mais as curvas evitar. Quando enfim chegar o fim da história, sós restarão vagas lembranças na parca memória. Quando a vida não mais fluir de nosso ser, o sangue não mais correr, será tarde para arrepender. Quando não haver mais o pulsar do coração, não tivermos mais emoção,olhos fecham, escuridão. Pense enquanto é possível pensar, ame enquanto é possível amar, grite se ainda podes gritar. Fale, fale principalmente de amor, acaricie peles,, se inebrie com fragrância de flor. Pule, grite brinque, solte o sorriso, mesmo que não viva em um paraíso,sorrir é preciso. Viva, viva de maneira intensa, mesmo que não tenha uma alegria imensa,desmanche esta cara tensa. Vá, seja, ouça, grite, ame, chore sorria, sinta todos os tipos de bons sentimentos. Aproveite cada minuto, cada dia, cada hora, o instante é de viver agora. Em breve, nada, nada mais existirá, voce certamente muita saudade, pena, só pena de ti sentirá. Esta estrada,esta história,esta vida absolutamente vão passar, o tempo não perdoará. Não deixe que tenham sido em vão, deixe a semente do amor neste chão, isto será seu quinhão. Celio Rheis

sábado, 10 de junho de 2017

A Musa e o Poeta

A musa e o Poeta é um dos livros publicados pela Perse Editora que voce ver até 12 páginas online e comprar Eboock baixando todo livro e suas poesias ou ainda comprar impresso que a editora imprime indivudualmente e te envia ao seu endereço em embalagem especial http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

O Amor em Poesia

Este foi o primeiro livro de poesias publicado online por Celio Rheis, depois vieram mais 4 de poesias, um autobiográfico, um infantil e um romance. https://clubedeautores.com.br/book/121285--O_Amor_em_Poesias#.WTxX5d9idxA Basta buscar no google livros de Celio Rheis que todos serão encontrados

Se alguem vier me perguntar

Reeditada da original publicada no livro O amor em poesia

Meu silencio

Reeditada da original publicada no livro O amor em poesias

Renascer

Reeditada da original publicada no livro O amor em poesia https://clubedeautores.com.br/book/121285--O_Amor_em_Poesias#.WTxX5d9idxA

Minha jornada

Reeditada da original publicada no livro O amor em poesia primeiro livro publicado por Celio Rheis https://clubedeautores.com.br/book/121285--O_Amor_em_Poesias#.WTxX5d9idxA

Nossas visualizações neste momento..

Visualizações de página por país Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog Entrada Visualizações de página Estados Unidos 866 Alemanha 166 Brasil 136 Portugal 22 Irlanda 20 França 17 Canadá 6 Malásia 1 Cingapura 1

Altar Sagrado do Amor

Livro de poesias com 99 páginas só com poesias de amor, pode ser comprado em Eboock e baixado para seu pc ou impresso individualmente que é embalado e enviado pela editora para seu endereço. https://clubedeautores.com.br/book/141501--Altar_Sagrado_do_Amor#.WTxNWt9idxA

A melhor canção para amar

Reeditada da original publicada no livro Altar sagrado do amor 2013 https://clubedeautores.com.br/book/141501--Altar_Sagrado_do_Amor#.WTxNWt9idxA

A luz do seu olhar

Reeditada da original publicada no livro Altar sagrado do amor 99 páginas de poesias e podem ser vistas até 12 páginas grátis online se gostar compra e a editora envia se for impresso ou pode comprar ebook bem mais barato e baixar. https://clubedeautores.com.br/book/141501--Altar_Sagrado_do_Amor#.WTxNWt9idxA

A minha mulher

Reeditada da original publicada no livro Altar Sagrado do Amor 2013 https://clubedeautores.com.br/book/141501--Altar_Sagrado_do_Amor#.WTxNWt9idxA

Altar sagrado do amor

Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Altar sagrado do amor 2013 https://clubedeautores.com.br/book/141501--Altar_Sagrado_do_Amor#.WTxNWt9idxA

Nem eu sabia

Nem eu sabia que poderia me apaixonar um dia, viver momentos de alegria. Nem imaginava,que sem querer amava e minha alma entregava. Nem eu sabia, que com tanta ironia,o cupido me atingia e de longe sorria. Nem sequer pensei,que na distancia,amei,e te quis,te venerei. Nem eu sabia,que tinha tanta energia,tanto sonho, fantasia, numa vida tão vazia. Nem mesmo a natureza, com toda sua beleza,consegue tal proeza. De quebrar o gelo que havia,da minha estrada tão fria e enfeitar com poesia. Enfim nem eu sabia,que tanto te amaria,e seu amor me daria! Nem eu sabia,que ao raiar do dia enfim te perderia,e sem ti eu ficaria,quem diria?Que você se fosse um dia? Nem eu sabia, que ao perder choraria,quanta lágrima cairia,meu Deus,que ironia!Rasgar a fantasia,acabou-se a magia. Realmente eu nada sabia,saberei um dia? Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328274112416

E se eu me apaixonar?

Hoje eu pensei ao ver tantas pessoas maravilhosas em minha pagina pessoal: E se eu me apaixonar?me apaixonar pelos lindos olhos da menina que me responde com carinho as mensagens que envio. Me apaixonar palas belas pernas daquela mulher que posta suas fotos lindas deitada á beira da piscina,se eu me apaixonar pela linda voz que me fala ao telefone. E ainda me apaixonar pela gata exuberante que me excita só em estar aqui em minha página? e se eu me apaixonar apenas pela idéia de estar apaixonado? Ah! e se realmente me apaixonar?tanta possibilidade existe,tanta coisa linda por ai,,e se simplesmente o fantástico mundo virtual já não for uma paixão?como vou por os pés no chão? E se eu me apaixonar também pelas amizades lindas que faço aqui?Amizades sem distinção de sexo,cor raça,nível social,religião,concepção política,enfim,amizades fraternas de verdade. E se me apaixonar pela possibilidade de aprender amar? Tudo bem, se eu me apaixonar!! Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite 2012 https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=9036345196530660636#editor/target=post;postID=8530846528887314568

Ainda que...

Ainda que façam guerras,que homens destruam a terra,algo sempre existirá. A corrente que une a gente,tão forte,tão resistente,jamais perecerá. Ainda que o tempo passe,distante voce não me abrace,jamais a esquecerei. Coração pulando no peito..gritando que não tem jeito,ainda assim te amarei Ainda que a vida havida,não exista no momento nada mudará meu rumo. Te buscarei nos sonhos, a terei em pensamentos,estar sem ti,não me acostumo. Ainda que corra o tempo e assim eu envelheça e venha o momento fatal. Não vou esquecer você,pois o amor que tenho por ti,é eterno e sideral. Ainda que me torturem,que me façam atrocidades,por esse amor eu resisto. Pois só ele me dá vida,me faz pensar o seguinte:amo logo existo. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite em 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328274112416

Se amanhã

Se amanha eu não acordar nesta dimensão, lembre-se, estarei seja lá onde for com você no coração. Se amanha eu não acordar vivo, lembre-se, estarei feliz, pois estarei voando livre. Se amanha meus olhos físicos não mais puderem te contemplar, não se preocupe, pois estarei te olhando e contemplando de algum lugar. Se amanha meu coração físico não mais bater, estarei feliz, pois a lembrança de nos, será um dos alimentos do meu ser. Se amanhã receber noticias de que morri não se preocupe, pois ainda assim eu não te esqueci. Se amanhã eu ainda permanecer em sua memória, é porque terá valido a pena nossa historia. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328274112416

Amor e paixão

Amor vive na alma,mas nasce no coração,por isso que muitas vez o confundem com paixão Paixão é coisa de pele,de arrepio, de tesão,nasce na cabeça e nunca no coração. A paixão é uma semente, que se pode semear,nos corações propícios para o amor brotar Umas germinam,nascem,crescem, produzem enormes riquezas de alma,faz voar ate os repteis outras falham, morrem por ter sido semeadas em solos inférteis A paixão faz imaginar loucuras subir pelas paredes,pular,gritar, sorrir, chorar,o amor faz sonhar,desejar algo mais sereno,mas que seja eterno,claro que é também emocionante,arrepiante,cheio de emoção. A paixão é que nos dá asas,faz voar na imaginação,o amor é a âncora que nos mantêm no chão,ainda existe a amizade que faz a conexão,entre amor e paixão,tudo isso junto faz feliz um coração. A paixão sem amor,é algo volátil,sem nenhuma consistência,o amor sem paixão,é uma amizade bonita que valoriza a existência,mas se há amor,amizade e paixão,ah!Nos faz voltar adolescência. Enfim sempre haverá emoção onde houver pelo menos uma destas gostosas sensações,lindos amores ou loucas paixões. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328274112416

Suave é a noite

Suave é à noite quando tenho um sono tranqüilo depois de falar com você Suave é à noite quando ando pela praia, contemplando as estrelas a seu lado e sentindo que o universo é tão grande, mas se torna pequeno diante da sua importância para mim. Suave é à noite porque me faz estar sempre ao seu lado mesmo que distante,pois ao dormir com a noite suave eu me transporto para junto de ti e a ainda a noite se torna mais suave quando me restaura dos cansaços e tropeços que por ventura tenha sofrido durante o dia. Suave é à noite por que me faz relaxar, pensar refletir, espairecer e flutuar depois de momentos mágicos com você, suave é à noite sim, porem você é que torna a noite suave. Suave é a noite mesmo que a passe acordado,pensando ,imaginando, viajando olhando as estrelas no quintal, afagando uma flor no galho imaginando sua pele, seu rosto. Suave é à noite quando recebo um telefonema seu, um email, uma mensagem, imagino seu perfume. Sinto sua presença como se estivesse me tocando ou se deixando ser tocada por mim. Suave é à noite porque com seu silencio me faz gritar, gritar que amo, que te amo, mesmo que grite em pensamento, sem mesmo dizer seu nome, mas sei que é você que faz com que, minha vida tenha razão de ser, me traz esta noite tão suave. Enfim suave é à noite, é sua existência, sua presença, sua companhia, sua boca, suas palavras ressoando em mim, ecoando lindo sentimento. A noite é suave por existir amor. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Suave é a noite de 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328274112416

Por amor

Por amor fazemos tudo,nada é proibido,gritamos alto pela rua ou falamos baixo ao ouvido. Por amor andamos a esmo olhando céu..cavalgamos sem sela,ate aqueles segredos íntimos..ah!Por amor a gente revela. Por amor abrimos o peito, revemos conceitos, mudamos ate nosso jeito de ser para que a pessoa amada,possa nos compreender. Quando amamos,tudo é possível,nada nos assusta o impede,ate a mais dura rocha forçamos e ela cede. Por amor viramos crianças,nos tornamos gigantes,a vida nos parece um arco iris,com seus lindos tons brilhantes. Ah!E a realidade?Sim ela nos traz de volta ao chão, mas não nos impede de viver o amor e a paixão. Por amor caminhamos léguas, kilometros ou milhas, nem sequer cansamos tudo é uma maravilha. Mergulhamos de cabeça,quando realmente é amor,nem medimos consequência, ou sequer sentimos dor. Parecemos insensatos, inconsequentes talvez, ficamos num estado zen, uma leve embriagues. É assim quando amamos tudo fazemos por amor,nos doamos,entregamos se realmente amamos. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro A musa e o poeta em 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

O sonho

Hoje eu acordei..acordei de um sono letárgico,que sonhava um sonho mágico,cheio de intensas histórias. Este sonho,que sonhava acordado,sonhava acompanhado de imensas multidões,sonhávamos com igualdade,liberdade,fraternidade,enfim uma vida, digna de humanidade. Vieram iluminados,liderar seus comandados, avante destemidos,ouvíamos frases bonitas,muito bem elaboradas,que ecoavam no infinito, anunciando a alvorada. Heróis de primeiro de maio,se matando no trabalho,na luta do dia a dia,sonhavam com a utopia,mesmo tendo a luta perdida,ao entregar a vida,numa frase proferida,desta forma falam. Ainda haverá dia,que com muita alegria,nosso silencio que agora selaram,será mais forte que as vozes que hoje nos calam. E tu,Oh! grande amigo latino,que curou homens mulheres e meninos,em sua revolução,com uma propriedade sagaz,repetia com alegria,hay que endurecer-se,sin perder la ternura jamais. Terá valido a pena?senor Chê,terá valido companheiro wladimir,ter dado a vida por um povo,que nem aprendeu sorrir? Os usurpadores estão aqui. Se apoderaram do legado,de vosso sangue e suor,da liberdade tolhida,por espadas erguidas em nome de um poder imundo,impondo a povo dor e vida sem rumo no mundo. Toda luta empreendida...toda conquista obtida...agora retrocedidas..e suas vidas..terão validas? Outros pegaram a bandeira empunharam a história,se disseram salvadores,disseram curar as dores,reviver todas as flores,ou pintar todas as cores,mas foram só rumores. E o povo?Continua na miséria,desde a Grécia antiga,de Sócrates e Platão,tentaram revolução...mas oh! maldita cicuta,já ceifava o benfeitor,que só falava de amor em sua vida tão curta. Até quando?deverá ser o homem tão cruel?Porque não transformar esta lasca de sol em um pedaço de céu? Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro A musa e o poeta em 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

Não tenho como te lembrar

Como te lembrar?Se nunca te esqueço?Como não te amar?Se faz parte de mim? Tentar tirar você de minha vida,é como tentar trocar de pele,arrancar um braço,como suportar o frio da madrugada sem seu abraço? Como respirar sem ter você do lado com seu aroma seu cheiro mágico me perfumando o ar? Como deitar e dormir sem ter tido o amor que temos a cada noite cada momento de explosão de magia nas viagens de fantasias? Como acordar pela manhã e não ter seu corpo para contemplar sob a luz dourada do sol,coloridas ate com pingos de chuvas na janela? Ah! e o mel da nossa lua?Minha cara de bobo pela rua?Culpa sua,não tem como te lembrar,pois jamais terei como te esquecer. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro A musa e o poeta em 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

Eu quero ter poder

Poder de me apaixonar a cada instante pela mesma mulher a cada momento fazer dela minha amante. Quero ter o poder de me expressar sem palavras, apenas com o olhar,que ao fitar meus olhos possa compreender o quanto amo te amar. Quero ter o poder de me fazer marcante,com minha forma de amar,com a flor com o meu amor,com minha explosão, Ou mesmo simplesmente,sendo seu,homem, seu menino que brinca de ser gigante. Quero ter o poder de te dar tudo que sempre quis te fazer feliz,transformar sua vida num paraíso,alimentar mais e mais sempre este inebriante sorriso. Pois para viver,é apenas disso que preciso,ser aquele que você chama de paixão,aquele que te desperta o vulcão. Quero sempre ter este poder Celio Rheis Reeditada da publicada no livro A musa e o poeta 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

Coração Partido

Coração partido, alma dilacerada, sonhos em pedaços, vida desperdiçada. É assim que saio desta historia,é assim que parto com dor,por não entender porque, se chega ao fim este amor. Cada historia vivida,cada amor rompido,são cacos de vida espalhados,precisando ser recolhidos. Mas ao remontar os pedaços,recobrar a força de amar,somos sempre recompostos prontos a nos apaixonar. Podem me ferir,me jogarem ao chão ,mas minha vontade de amar,ah!Esta não tiram não. Mais uma vez pé na estrada,mais uma vez no caminho,venha mulher amada quero te encher de carinho. Vou te buscar,no escuro,em cada canto do mundo e quando e encontrar,não te deixo um só segundo. Venha amor,venha de onde vier,encontrará um homem louco por uma mulher Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro A musa e o poeta em 2012 http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1348148357254

E voce se foi...

E agora eu sozinho, novamente no caminho, buscando amor e carinho,onde esta sua mão?Vai me deixar perder a direção?E esse vazio no meu coração? Você já se foi.... Você chegou,me envolveu me amou e agora onde está?Não se vá nosso tempo acabou?E a fantasia?A alegria, toda aquela magia?Nada daquilo existia? Você se foi... Eu aprendi que a seu lado sou feliz, viver contigo é tudo que sempre quis, seu jeito criança falando de esperança.seus olhos brilhando quando esta amando,mas você se foi.... Falar de amor,agora é dolorido,com o peito inchando,coração sofrido,cadê o nosso mundo colorido?Vida vazia, agora o amor é poesia, sim conheço e falo do amor em poesias, você se foi.... E o mundo mágico,nossa maneira própria de amar?Nossas brincadeiras a beira mar, nossos sorrisos ao acordar, beijos e abraços, nossos delírios ao sonhar, não vamos mais delirar, você se foi... Nossa linda amizade, amor, felicidade, que saudade, vida cheia de aventura,mil coisas mil loucuras,brincadeiras loucas,chocolates na boca,lindas cenas de nós dois e você se foi.. Você se foi, nossa vida separada, divididas nossas estradas e agora minha amada?Nunca mais? Nossas mãos serão dadas?Que pena que dor, que saudade, você se foi Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Deixe-o subir

Acabou-se o dia... Que dia... Nem mesmo acabou o dia, a saudade batia,você sabia?A luz de seus olhos ainda em mim reluzia, coração em aceleração, mente vagando sem direção, ambos ali se perdia. E agora?Paixão, esquece o avião,não atravesse o mar não,venha me dê sua mão,sinta aqui eu coração,está girando pulando quem nem pião. Quero servir,morango com chantili,venha sentir, tudo que descrevi naquela cena obscena,no levitar de amor,com embriaguês e torpor,deixar-se fazer o amor. E a nossa timidez,minha atitude Cortez,trocar por languidez,numa volúpia traquina onde o homem garoto,mulher menina ,se aprende amar e ensina. Vamos?Saciar nossa sede, matar nossa vontade de sentir felicidade?Deixemos, sair explodir extravasar, essa necessidade de amar,vamos deitar e rolar,vamos amar. Eu sou seu..venha também ser minha,minha linda rainha,bela fada da magia,venha me encher de beijos matar meus desejos,me encher de alegria. Ah! o avião,se tem realmente que ir,deixe-o então subir,eu ficarei aqui te esperando,desejando afinal ele tem que subir,deixe o avião partir,te levar para longe daqui,mas volte estarei aqui. Celio Rheis reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Não deixe o sonho morrer

Não deixe morrer seu sonho,não desista de viver,mesmo que não seja amada,faça o amor valer,ame,sonhe,o amor vai acontecer. Quem desiste de sonhar,começa a envelhecer,como a vela que se apaga, pouco a pouco começa a morrer,mantenha o solo fértil,no campo da emoção,para que o amor tenha, morada dentro do seu coração. O amor alimenta alma, o romantismo tempera,tudo fica mais doce onde o amor impera,não se deixe endurecer, por te tratarem com dureza,a consistência do diamante,não desfaz sua beleza. Ame seja eterna amante,derrame amor viva amando,perfume as alamedas por onde você for passando,verá que encontrará, o amor que esta procurando. Ele pode estar numa esquina,num canto desiludido, se despertará ao te ver e for tocado, sentido, seja luz,ilumine,com a mais pura energia,a luz do amor,essa eterna magia. Quem ama é operário na seara divinal,semeia os corações com a semente que reproduz,a semente colossal, que irradia intensa luz. Não deixe de sonhar,busque o sonho nos jardins,entre os beija flores,entre rosas e jasmins e sentirá a felicidade,de sonhar e viver assim. A vida passa sem graça,sem sonhar,sem amar,ame sonhe então e deixe a vida passar,num profundo sonho eterno,ate a estrada terminar. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Deusa sensual

Oh!Deusa egípcia, rainha das arábias, mostre suas de idades, venha rasgando os véus cheia de sensualidade, desmistifica o amor, faça todas minhas vontades, que te encherei de prazer,chegaremos a felicidade. Seja minha gueixa,minha dançarina do céu,dance á minha frente,a dança dos 7 véus,vamos chegar ao nirvana com nosso ritual,entrar em êxtase,delirar,com cara angelical. Venha minha cigana,índia,ou simplesmente mulher,faça de mim seu capacho,seu homem ou o que quiser,me deixe desfalecido com tanta sensualidade,se é esse o preço,eu pago pela felicidade. Podemos interpretar, rei, rainha,soldado ,precisa,não me importo se me embriago com sua estonteante beleza. Deixe me enlouquecer de tanta emoção,rasgar todos os véus,me explodindo de tesão,hoje com certeza o amor inunda seu coração,será enfim que será, acometida de paixão? Venha oh! Deusa sensual,mulher de estranho poder,de me virar a cabeça,me fazer enlouquecer,estou sentindo seu cheiro,de fêmea no cio,vamos acender o fogo,traga a chama eu tenho o pavio. Oh! Bendita sensualidade. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Falar de amor

Eu queria falar da chuva...Chuva que me molhou, queria falar do sol que sempre me iluminou, Queria falar das flores, que inspiram os amores, mas de tudo alguém já falou. Pensava ser o único homem, poeta ou mero pensador, que neste mundo eletrônico, sabia falar de amor. Mas descobri pessoas, com ânsia de amar, verdadeiras amantes, querendo se revelar. Que felicidade senti, por me ver seguido, acompanhado, afinal não apenas eu com sonho de ser amado, de certa forma vermos o amor compartilhado. Vejo palavras escritas com muita propriedade, dissertando sobre amor, paixão e amizade, mostrando que estes sentimentos, não são de minha exclusividade, sou apenas um semeador, buscando felicidade. Venham todos, falemos sim de amor, de sentimentos nobres, de encanto e magia,mesmo que não o faça em forma de poesia, só o amor em sua essência real ou fantasia, já basta para fazer um mundo de paz e harmonia. Falar de eras, paisagens, povos e cores, muitas vezes é preciso, para rimar com amores, mas esse sentimento descarta necessidade de rima, ele esta em todos os lados, esta também abaixo e acima. Você que quer falar de amor, é bom aprender, se conscientizar, que para falar de amor, deve no mínimo saber amar. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os flhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Quero ser...

Quero ser..o homem de seu sonhos,não seu príncipe encantado,pois seus sonhos mais secretos quero ver realizados. Quero ser para ti um menino..quem sabe um gigante,,transpor barreias imensa,por ti a cada instante. Quero ser o seu amante,não o que faz amor,mas o que ama e te protege nos braços, te aconchegando em meu calor. Quero te despertar,toda manhã,com muito amor e carinho,te afagando os cabelos,te cobrindo de beijinhos.Quero ser amado por ti,como te amarei também iniciando assim nosso dia,em um imenso querer bem. Ao cair da tarde,,chegando o final do dia,já estar pensando na noite,me enchendo de fantasias, como nos amaremos que emoção,que alegria! Quero ter para nosso amor, a lua como madrinha, brilhando sobre sua pele, te clareando inteirinha. Seduzindo-me por completo, iluminando nossos instantes, seus olhos refletindo, a luz como diamantes. Meu amor que delicia, será nosso dia a dia,noite a noite,hora a hora ou instante a instante,um profundo amor de amados e também amor de amantes. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Expert do amor

O expert do amor existem experts no amor?Não senhor, nem o poeta com suas lindas poesias,nem o pensador com suas mirabolantes teorias,são expert no amor,nesta matéria não existe professor. Somos todos aprendizes,admiradores,amantes de seus aspectos e matizes,suas armadilhas do tipo pega coração,ás vezes é só amor,ás vezes misturado com paixão,quando você vê,cadê o machão,esta chorando pelos cantos,cobrindo o rosto com a mão. O homem apaixonado ri,chora,tem medo,coragem ate se apavora,não existe postura ou posição de combate,quando a energia do amor pega ela realmente abate,neutraliza todas armas e argumentos. Oh! amor,maravilhoso e poderoso sentimento,quebra regras, leis,destrói formulas e confunde os mais sólidos pensamentos,enche peitos e inunda corações,faz pequenas todas formas de paixões. Só conhece um pouco do amor quem ama,mas não se torna expert,mestre ou coisa assim,pois no amor,muitas vezes o inicio esta exatamente no fim,busque o amor no ar, no mar ou na canção e o poderá encontrar dentro do seu coração. Não se iluda pedindo conselhos de amor,não existe conselheiro que possa te dar um kit ou cartilha,o amor não se ensina,o amor se compartilha,só amando você pode aprender ou não,pelo menos pode exercitar o coração,mas expert?Nunca se tornará nem encontrará não. Celio Rheis Reeditada da original publicada no livro Os filhos da luz http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Filhos da Luz

Venham anjos,batendo suas asas...cheguem e animem a casa,tragam o perfume das flores astrais,mostrem aos homens as essências angelicais,venham filhos da luz,com sorrisos divinais. Tragam a energia do amor,dessa vez personificada,para ser distribuída entre pessoas necessitadas,pessoas pobres de es pírito,que serão por vós iluminadas. Venham em forma de gente anjos delicados,serão pelos progenitores imensamente amados,terão seus passos e infância de perto acompanhados,para em cada possível queda serem então amparados. Quando chorarem,terão suas lágri mas secadas com carinho,quando sorrirem iluminarão o ambiente e receberão beijinhos,serão a festa do lar,a atração do lugar,venham filhos da luz,iluminem tudo e a todos façam brilhar. Nesta hora de expectativas e esperança,muita alegria e tensão,muita preo cupação, vocês são esperados de coração,os olhos que vos esperam choram de emoção. Sei que estão vindo do céu pequenos e lindos anjinhos,mas são aguardados aqui na terra com muito amor e carinho,vocês são esperados por outro anjo que veio antes para lhes p reparar os caminhos. Venham filhos da luz a essa mãe que vos faz jus Celio Rheis Reeditada e da publicação original no livro Os Filhos da Luz pela editora Perse http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1328481706199

Politica e poesia

Há os que pensam que politica e poesia não combinam, não acho que seja assim, pois que poeta poderia se inspirar em miséria, fome guerras? É muito mais fácil haver inspiração na harmonia, na felicidade, na democracia, na abundancia, no amor, na primavera florida. Não há como se inspirar com um congresso, corrupto,um governo ilegitimo, um sistema podre de midias articulando os mai sórdidos jogos politicos num país, que deveria ser o oásis do mundo e vários sentidos. Que poeta se inspiraria vendo seu povo sendo enganado, explorado, roubado,por país que se acha dono do mundo e fazendo isso com a ajuda de nossas empresas midiáticas e politicos vendilhões? Não há como se inspirar, não exite poesia nisso, é preciso sair deste cenário para tentar escrever alguma coisa, mas a realidade volta logo que saímos do transe poético Ceio Rheis

quinta-feira, 8 de junho de 2017

O coração da mulher(reedição)

O coração da mulher é uma caixa de segredo, onde uns plantam amor outros enchem de medos. É uma joia, pedra preciosa que nasce já lapidada, para manter seu brilho só precisa ser amada. É um poço de bondade, uma fonte de candura, só perde quem maltrata esta incrível doçura. Mas não subestime sua força sua capacidade de amar, a mulher quando quer sabe receber e dar. A mulher é como a rosa, não brinque em seu caminho ela tem a textura da pétala, mas a agudez do espinho. É dito ao longo da história, da grande e poderosa mulher em toda cena importante ela se fez mister. Sou fã incondicional deste ser angelical, que para virmos ao mundo é ela quem abre o portal. Este ser inigualável transcende tempo e espaço, mas se derrete inteira por um beijo e um abraço. Porém não se iluda homem pensando que a pode domar, não é voce quem a escolhe, ela que escolhe seu par. É assim em tempos de paz é em tempos de guerra, ela com sua delicadeza sutilmente domina a terra. Prosto-me a seus pés,oh!minha majestade, rainha da beleza deusa da felicidade. Celio Rheis

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Não podemos perder tempo

Muitas vezes a gente perde, por não falar o que sente. Coisas que são tão normais,mas nos causam tanto medo Medo de cair no ridículo ou de que alguém comente. E deixamos algo tão simples, virar um imenso segredo Então deixamos de lado lá em nosso consciente. Porém com o passar do tempo aquela pequena semente. Parece que se transformar em um pequeno arbusto E lá no fundo da alma, vai crescendo latente. De repente cresce enfurece, quase nos mata de susto Descompassa o coração e confunde nossa mente. Mas a vida é muito bela muitas vezes condescendente. E trás lá do passado coisas que havíamos perdido. Nos joga assim de impulso bem na cara da gente. Ficamos desorientado, com cara de menino crescido. Com tamanha dádiva divina retornando ao nosso presente. Não podemos perder tempo... Celio Rheis

Este sorriso

Este sorriso é tudo que preciso,preciso como combustível para alimentar minha inspiração para escrever minha poesia, compor minha canção. Este sorriso é a luz que me ilumina, é tudo que me fascina me dá animo para viver, essa imagem de menina é o que me faz crescer. Eu vejo tudo que preciso neste rosto estampado em sorriso, me lembra um anjo, me faz sentir no paraíso, vejo a loucura que me faz perder o juízo. Essa imagem angelical, coisa de anjo transcendental, que emana a energia universal,o verdadeiro amor sideral luz que apaga todo mal. É assim que me deixa indeciso, não sei se amo ou apenas preciso, só sei que não sei viver sem este sorriso. Celio Rheis

Quando sonhamos

Quando sonhamos plasmamos o que queremos buscamos no infinito com materiais sutis formatar a realidade. Sonhamos ás vezes sozinhos vagueando por caminhos sem ter mesmo perspectivas. Mas quando sonhamos juntos ainda que distante estamos, sonhando realizamos a nossa felicidade. Pois ai somos dois, juntando o antes e o depois, somados ao presente, superando expectativas. Assim a vida se expande se torna tão imensa, tão bela e colorida como em outra dimensão. Cai por terra todos os medos, desaparecem segredos, confidencias só mesmo entre o casal. Explode o sangue nas veias cada vez que nos sentimos, cada vez que nos encontramos bate forte a emoção. Quando a distancia é lembrada nos deixa em tristes momentos nos fazendo passar mal. Mas em poucos instantes a vida se faz então colorida, lembramos que somos um uma só alma e um só coração. Por isso minha amada diva, não deixe que o tempo te esquiva, lembre-se é sempre preciso sonhar. Pois sonhando nos tonamos amantes, estando juntos ou distantes, nossas almas estão ligadas. Nada impede que amemos, sem medo sem preconceito este coração foi feito exclusivamente para te amar. Mesmo que o dia e a noite, nos separem como açoites, nossas almas estão sempre sendo amentes e amadas. Celio Rheis

Contar o tempo (reeditado)

Contar o tempo é fácil no tic tac da máquina ou na velha ampulheta. Dificel é segurar meu coração ao lembrar sua silhueta. Marcar as horas ou dias, meses em um calendário. É muito mais fácil que tirar voce de meu imaginário. Percorrer distancias imensas marcadas em velocímetro. É muito mais dificel ao te ver controlar este meu ímpeto. Ser poeta, escritor, brincar com as palavras enfim. É muito mais fácil que lidar com este sentimento em mim. Vai oh!Briza fria da noite, vai oh!Vento da aurora. Levar minha alma felina que por uma águia chora. Vem oh!Ventos de longe, venha Oh!Briza distante. Traga-me a bela águia, para se fazer minha amante. Celio Rheis

Ultrapassemos fronteiras...(reeditado)

Ultrapassemos fronteiras, não apenas as físicas que separa um país, mas as fronteiras da mente que nos impedem se ser feliz. Rompamos com os dogmas, ensinamentos sem sentido pregados por igrejas, para nos manter detidos. Vamos viver a liberdade, liberdade de pensamento neste ninguém se mete, não há censura ou impedimento. Voemos por espaços proibidos jardins de imensas delicias, deixemos a mente voar perdidos em nossas caricias. Somos apenas eu e você o universo é pequeno, nosso mundo em nebulosas onde o amor é pleno. Sejamos amados plenamente amantes, vivamos a eternidade em espaços de instantes. Vem me dê a mão, se solte nesta paixão, vamos voar o mundo feche os olhos de emoção deixe o vulcão explodir no fundo. Celio Rheis

Vamos cavalgar?Deixe-me cavalgar..(reeditado)

Quero cavalgar esta fera fazer com que deslize em pradarias. Suba montes de prazer e vales de paixão. Fazer realizar o amor como prega a poesia. E ao final da noite, ver saciada a sede aliviado tesão. Deixa palavras desconexas, entrar por seu ouvido. Como se fossem flechas diretas ao coração. Fazer-te então relaxar até perder o sentido. Ver escorrendo em lavas ao explodir seu vulcão. Oh!Musa,oh!Diva indescritível mulher. Sou apenas seu vassalo, seu escravo ou algo assim. Te sirvo, te embalo te acaricio, faço o que você quiser. Não perca tempo então tome logo posse de mim. Sonhei alto por você viajei estradas sem fim. Pisei chãos espinhos, caminhei por valies tenebrosos. Mas sempre visualizando um lindo mundo um maravilhoso jardim. Por onde caminhar contigo beijando seus lábios brilhosos. Vamos cavalgar?Deixe-me cavalgar? Celio Rheis

Vamos cavalgar?Deixe-me cavalgar..(reeditado)

Quero cavalgar esta fera fazer com que deslize em pradarias. Suba montes de prazer e vales de paixão. Fazer realizar o amor como prega a poesia. E ao final da noite, ver saciada a sede aliviado tesão. Deixa palavras desconexas, entrar por seu ouvido. Como se fossem flechas diretas ao coração. Fazer-te então relaxar até perder o sentido. Ver escorrendo em lavas ao explodir seu vulcão. Oh!Musa,oh!Diva indescritível mulher. Sou apenas seu vassalo, seu escravo ou algo assim. Te sirvo, te embalo te acaricio, faço o que você quiser. Não perca tempo então tome logo posse de mim. Sonhei alto por você viajei estradas sem fim. Pisei chãos espinhos, caminhei por valies tenebrosos. Mas sempre visualizando um lindo mundo um maravilhoso jardim. Por onde caminhar contigo beijando seus lábios brilhosos. Vamos cavalgar?Deixe-me cavalgar? Celio Rheis

O principe que se perdeu (reeditado)

O príncipe se perdeu...o sonho morreu e agora?Seu futuro escureceu? Ele chama em vão, seu pai,sua paixão, ninguém responde, que imensa solidão; É cedo, alvorada de uma era,a caravana não espera, só fica você e seu coração. Solta o peito em gritos faz ressoar no infinito ou pelas pradarias,o céu agora é sua meta, grande e jovem poeta, diga adeus á soberania. E agora soberano? És tu e este oceano, oh! Pomposo e eterno cigano, oceano de paixões, lindas ilusões, inúmeras recordações, comemorações?Sim a ultima ficara em sua memória, marcará sua história. Depois de muitas andanças, muitas vidas, muitas danças, tanta vida em pujança, muito palcos longe da vida cigana, eis que surge a caravana, será? A sua caravana? Você grita, ate o seu lenço abana, mas ninguém te ouve na caravana. Não tema, um dia acabarão seus problemas, sua angustia, sua luta interior,pois encontrará sua gente e também seu amor e poderá gritar,festejar, ei gente sou eu, o príncipe que se perdeu, não sou mais soberano, mas sou eu, demorei, mas acho que cheguei na hora certa, não sou mais príncipe, mas sou ainda poeta. Celio Rheis 07/01/2012-12:44

linda borboleta (reeditado)

Por quantos lugares passei quantos caminhos percorri. Em busca de carinho em busca do meu amor. Sonhando em te amar, caminhado em busca de ti. Agora que te encontrei só quero ter seu calor. Não abro mão de você quero sempre você aqui. Venha linda borboleta, minha fada colorida. Transforme tudo a minha volta em um mundo encantado. Venha fazer-me feliz colorindo minha vida. Deixe-me dormir em seus braço e acorde ao meu lado. Quero ser seu anjo te fazendo protegida. Não pense que o que escrevo é apenas poesia. É um recado explícito ao seu nobre coração. Quero deixar a realidade rasgar nossa fantasia. Te amar na cama, no sofá ou até mesmo no chão. Deixando o dia passar, entrar noite nesta paixão. Celio Rheis

Cigano de outrora (reeditado)

Não me peça para contar um conto, escrever uma poesia. Sem que eu possa apontar um ponto e aguçar a fantasia. Não me peça para esquecer meus medos,desvendar seus segredos. Nem que eu deixo de abrir a ferida, desta vida bandida,de enfiar o dedo. Não queira que abandone os sonhos dos versos que componho de meu afã de menino. Nem que cesse meu tilintar da alma,que não perca a calma não ouça tocar de sinos. Deixe pulsar minhas veias, sangue bombeado por este velho coração,quem sabe viver amar sentir os pulsos de uma paixão. Deixe minha pele eriçar, meu olhar brilhar,deixa o suor escorrer nas mãos. Ah!Sou eu o cigano de outrora que ao romper da aurora,levanta a barraca, arreia seu cavalo,entornando gargalo arranca a estaca. Não temas, meu amor é sereno só há braveza se o cavalo empaca. Celio Rheis

Ontem eu estava ai (reeditado)

Ontem eu estava num canto sem incomodar, sem mesmo falar, não reclamava nem pedia sua atenção. Você não percebia minha presença, minha angustia, minha dor afinal você não conseguia se desconcentrar do jogo no computador ou tirar os olhos da televisão. Não não estou cobrando nada ou jogando na cara apenas lembrando que o choro agora não vai adiantar, se eu já tiver passado o portal não poderei mais voltar. É assim a vida é assim que priorizamos nosso valores, nossas importâncias, porque ser carinhoso, ser dócil se podemos gritar agir com ignorância. Eu vivi grande parte de minhas várias décadas de vida sendo grosseiro, estúpido, desatento, mas ao longo destes anos aprendi a ser meigo a tratar com carinho e com amor. Talvez mesmo assim eu mereça ter sua ausência, ser trocado por joguinhos, filmes enfim sentir sozinho minha dor. Estava envelhecendo eu sei, meus cabelos brancos a cada minuto me lembrava, minhas dores corpóreas a cada ai me denunciava. A cada minuto eu partia, sentia atravessar o espelho da vida, só você não via, não você não se tocava. Só quero te lembrar, que ontem eu estava ai... Celio Rheis

Nave do amor (reedição)

Certo dia, dia sem graça sem sol sem color,sem vida sem sabor. Estava eu jogado em canto abandonado sem carinho e sem amor Era apenas um trapo, mulambo de gente caído alma despedaçada e coração ferido. Já sem acreditar em nada,sem caminho ou estrada,tudo monocolor, nada colorido. Mas para não perder a esperança, me debatia como criança me jogando em fantasias. Com meu velho teclado,escrevia e guardava ou mesmo distribuía minha singela poesia. O amor talvez dormindo,ali em meu âmago pungente,esperava para acordar. Cada olhar que eu via, me incitava, me ardia,gritava a vontade de amar. Foi quando de brumas suspensas, surgiu aquela imagem angelical,cheia de formosura. Me atraiu sem dar opção, balançou meu coração, chegou de supetão,foi uma linda a aventura. Sim pois ao raiar o dia rasgou minha fantasia e simplesmente partiu. Disse não estar acostumada com tanto amor ser tratada, amor como o meu nunca viu. E foram anos de novo eu no meio do povo, escrevendo e procurando. Até que no meio de tanta estrelas encontrei minha luz tão bela que tambem estava sonhando Hoje somos dois talvez pequenos cometas correndo neste universo,rodeados de cor. Estamos nos completando sideralmente viajando, em nossa nave do amor. Celio Rheis

Caminhar (reedição)

Caminhar..caminhar é preciso,assim como navegar,para quem ao paraíso,um dia pretende chegar..é difícil a caminhada,a trajetória ou roteiro,mesmo sendo bons caminhantes ou peritos timoneiros. As mãos que nos estendem,em nosso auxilio pelo caminho,são ás mesmas que por vezes,pedem nosso carinho,não neguemos amor,carinho e amizade,nem aos que nos ferem magoam,em nome de sua felicidade. Assim,se te pisam,caluniam,ou tentam de fazer o mal,dê em troca amor,queira bem ao ser equivocado,assim disse o pai celestial,ame,mesmo sem ser amado. Não falo aqui do amor...entre macho e fêmea,homem e mulher,do amor passional,quando prazer é tudo o que se quer,falo do amor humano,fraterno,aquele que nos refrigera no calor e nos aquece no inverno,amor capaz de construir o céu onde teria tudo para ser inferno. Vamos caminhar lado a lado?Nos dar as mãos,ou ate mesmo caminhar abraçados?Vamos ter prazer em dizer parabéns ao invés de adorar falar coitado. Juntos podemos ir longe,mesmo que a estrada seja rude,procuremos tomar cuidado para não ferir ninguém com nossas atitudes,amar enquanto podemos,a manhã pode ser tarde,se descobrirmos que queremos. Celio Rheis

Sombra amiga (reedição)

Certa vez observei nos caminhos onde andei, a sombra me acompanhava por onde quer que eu passava,estranhei que de repente a sombra me envolveu,tentava me cobrir. Senti que ela zombava,brincalhona me imitava,tudo que eu fazia ela tambem tentava, ate chegava de mim sorrir. Fui pensando observando,aquela sombra me rondando,não era por mim projetada,era algo esquisito embora pareça bonito,uma sombra arquitetada. Se era do mal não sei,mas ainda assim me encuquei,será essa sombra amiga?Que me acompanha por onde eu siga?Ou será de alguem que amei? Sei lá,se te faz bem ser imitador de alguem que fala de amor,seja minha sombra onde eu for,não te recriminarei por seguir a mesma lei do nosso criador,venha ame tambem, fale sempre de amor. Venha caminhe comigo, siga por onde eu sigo,ame como eu amo,seja poeta ou poetisa,deixe seu rosto exposto ao mesmo sol e á mesma briza. Falemos a mesma lingua,cantemos a mesma canção,deixemos o mesmo amor,sintamos a mesma emoção,transbordar nossas almas,o seu e o meu coração. Celio Rheis 26/01/2012-20:58

Poeta sem graça Palhaço triste (reedição)

Oh!Poeta sem graça...Oh!Palhaço triste,não ha nada mais sem graça,não ha coisa mais triste,do que um poeta sem graça e um palhaço triste,levantem as cabeças a alegria ainda existe. Levante-se palhaço,faça suas piruetas,escreva oh!poeta,fale das operetas,meninos levados que brincam de malabares,um jogando ao vento,outro sopra amor pelos ares,ambos causam prazeres,despertam emoção,não têm direito nunca de fechar o coração. Lembrem-se palhaço,poeta,que suas vidas são da alegria,do povo que espera sempre suas fantasias,do palhaço as piadas,do poeta a poesia,ambos contribuem para um mundo de magia,não vão querer agora,deixar o povo na agonia. Levantem suas cabeças lancem chamas pelo ar,o palhaço atuando e o poeta a poetar,com lindas atuações levem o povo a delirar,deixem suas irreverencias fazerem o povo gritar. Oh!Poeta,escreva suas poesias,deixe fluir a fantasia e tú palhaço brilhante,espalhe a alegria,fazendo assim os dois explodir a magia,podem tratarem de deixar,de serem tristes ou sem graça,vamos fazer estremecer este mundo em fumaça. Mostrem ao mundo a que vieram,com fumaças coloridas,que não foi enfim em vão,que Deus lhes deu as vidas. Venha palhaço hilário,venha poeta inspirado,façam o mundo menos triste,o fardo menos pesado,tratem a vida com arte,fazendo tudo engraçado. Celio Rheis 28/01/2012-11:45

Venha Bela (reedição)

Venha Bella, saiamos um pouco da tela,vamos viver a vida pintada em aquarela,olhar juntos a natureza,que beleza,queres caminhar?Amar,faremos tudo com certeza. Lá vamos nós de novo,no meio do povo ou da multidão,com uma voz rouca coração na boca,cantando essa canção. A canção do vento,que lembra momentos de intenso prazer,não importa a era tu sois Bella, sou fera,vamos nos pertencer,nos amar,nos ter. Me dê sua mão sinta o meu coração,a tamanha emoção,parece a estourar,a magia da brisa,que suave desliza,ao sabor do mar. Será sonho?Deliro talvez,ou embriaguez?Será realidade essa felicidade a me proporcionar,se é real vou viver,sentir o prazer a me flutuar,se for um sonho,acordarei tristonho,não quero acordar. Oh!Bella,saia da tela,tela ora amiga,ora cheia de intrigas,venha cai na real,em sentimento constante amor de amantes,esse amor colossal. Linda paisagem ainda, com vistas infindas que tanto nos apraz, o mar grande espumoso,onde o amor tão gostoso,magicamente se faz. Venha Bella,saiamos da tela. Celio Rheis 29/01/2012-15:50

terça-feira, 6 de junho de 2017

Coração Bandido(reedição)

Segura coração bandido,porque ficar ai todo ferido,pular magoado,bater revoltado,com cara de arrependido,tava na cara que era um amor proibido. Segure essa onda do mar da ilusão,era amor,não era paixão e você embarcou,mesmo sem razão,agora aguente o excesso de emoção,desilusão. Não pense que acabou,que você já amou tudo que tinha para amar,desta vez errou ao se apaixonar,mas virão outras cargas de paixões, incríveis emoções,reais ou ilusões,prepare-se para enfrentar batidas parecidas explosões. Segura o tranco companheiro eu sei que esse amor é verdadeiro,mas você conhece os paradeiros,as regras sociais,estruturas emocionais,deixe ela em paz. Ah!Ela nos ama também,sim tudo bem,legal vamos então ser irracional,inconsequente,dar um passo a frente,depois quem sofrerá é a gente. Vamos nos acalmar,ficar quietos em nosso cantinho,nossa hora chega de receber carinho, o amor ainda nos será agraciado e construiremos nosso ninho. Calma coração bandido,não pule ai enlouquecido,ainda vai sarar e deixar de ser ferido,vamos fazer um acordo com o cupido. Celio Rheis 06/06/2017

O poeta indica

Meus queridos leitores e seguidores de tantos anos neste mundo virtual, a vida se desenvolve de verdade é no mundo real, por isso estamos envolvidos na fundação e construção de um novo partido politico, o PMM, Partido do mérito Municipalista. Voce brasileiro de qualquer estado e voce que esta no exterior, mas conhece alguem ou deixou a familia aqui, nos ajude. Entre no link a seguir, cadastre-se e conheça nosso partido e venha fazer parte da familia municipalista, um novo jeito de fazer politica. www.partidomunicipalista.com.br/2230

nosso dia...

Hoje é nosso dia, dia dos namorados, de casais apaixonados totalmente enamorados. Mas temos todos os dias, com nossas fantasias e sonhos realizados. Temos uma vida comum, onde somos dois, somos um, caminhando no infinito. Seremos eternos?Não sei, apenas que nos amamos eu sei, temos o amor mais bonito. Saímos do virtual, mundo que nos conhecemos, numa verdadeira magia. Hoje vivemos o real, casados entrelaçados, realizamos nossa fantasia. Sou homem feliz, menino pequeno aprendiz, nesta caminha de agora. Me perco em sentimentos em nossos prazer e momentos, nunca foi outrora; É vida e amor, sem vergonha ou puder, que nos uniu deste jeito. Explosão de corpos fisicos, voando pelo infinito com este amor no peito. Menina, cigana, fada, musa e meus contos, meus versos e poesias. Não seria escritor,sem esta razão de ser, sem voce nem o poeta haveria. Celio Rheis 06/06/2017

Amor , fale de amor..

A busca continua, a estrada não findou, prossigo então meu caminho distribuindo amor. Sim vou sempre neste planeta, semear este sentimento,não se pode colher nada diferente do que plantou. Porei amor nas palavras, nos gestos, atitudes e ações, quero ver sempre a minha volta o vibrar dos corações. Não sei bem explicar quem sou nem mesmo falar de mim alguns me chamam poeta um mambembe arlequim. Mas que importa saber quem sou para os outros ou mesmo para mim o que importa é o amor e suas nobres sensações. Ah!Povo terrestre, irmãos do espaço sideral, amemos, falemos de amor, em todos momentos que der. falemos de amor fraterno ou do amor homem x mulher. Só que fala, quem brada, quem sente este amor, pode viver realmente, só vive de verdade que doa o que se quer. Celio Rheis