Chat da Rádio Municipalista Brasil

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

A amizade

Amizade de perto, amizade distante,ambas brilham como ambar,ou reluzem como diamante.
Podem se ofuscarem,por vezes,sem seu brilho emitir,se a deixamos de lado,esquecendo de polir.
Outras,brilham intensamente de forma tão natural,tornando todo ambiente, em algo colossal.
Há tambem aquelas que nascem,já com imenso fulgor,quando logo já se sabe,que se tornará amor.
Embora eu cresça e aprenda,jamais vou entender de fato,a mistura de amor e amizade,é um nó que não desato.
Pois onde há amor,com certeza e profunda verdade,sempre haverá tambem,uma linda amizade.
E toda amizade no fundo,é o nascimento de um vulcão que pode explodir em lavas,erupção de paixão ou vira um lago perene,como um amor de irmãos.
Há! que coisa linda,dádiva do céu,presente divino, a amizade,o amor,tudo é muito cristalino.
É como sonho de infancia,brincadeiras de meninos,tem a inocencia dos anjos,a luz do sol,som de sinos.
Viva nossa amizade,nosso perene sentimento,suave,bonito e tranquilo,pelo menos neste momento.
A cada dia,cada hora,cada minuto ou instante,sinto sempre sua presença,ainda que esteja distante.
È assim a amizade que hoje sinto por por voce,será amizade ate o fim?Só o tempo pode dizer.

Celio Rheis

3 comentários:

carmen disse...

AMIZADE....ETERNA AMIZADE...

marcia satiro disse...

você realmente transmite em seus poemas muito sentimento...

Celio Rheis disse...

Que bom,ler seus comentários,me faz feliz em saber que consegui agradar,Deus abençoe voce