Chat da Rádio Municipalista Brasil

Rádio Municipalista Brasil

domingo, 7 de junho de 2015

O conto

Eu queria escrever um conto,sob a ótica de uma criança,um conto de brincadeiras,de amor e de alegria. Um conto que falasse das mais lindas fantasias, de uma criança feliz que o sorriso reluzia. Um simplicidade natural, uma beleza nata, com cantar de passarinhos ou barulho de cascatas, de um kurumim fagueiro a perambular nas matas. Eu queria falar de mim ou qualquer outra criança que um dia nadou no riacho, caminhou por entre flores, brincou com os bichos silvestres,sem ódios e sem rancores. Que ouviu o som do silencio quando os pássaros se calavam ou brincava fazia festas quando estes então cantavam que perguntava a seu pai o que seria cidade, onde um dia mais tarde perderia a felicidade. Mas não posso apenas sonhar, viver de eterna ilusão nem maldizer a vida com toda a evolução é claro tropecei, cai por inúmeras vezes, senti o peso dos anos, senti grande e imensa dor, mas foi perambulando esta vida que conheci o amor. Talvez um dia eu conte, sim um conto diferente,um conto que fale de mim mas também de muita gente, as mulheres de minha vida, essas mulheres maravilha, mãe, irmãs, meus amores e minhas lindas e amadas filhas. Celio Rheis

Nenhum comentário: