Chat da Rádio Municipalista Brasil

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Minha Idade

Minha idade ah!Minha idade,será o passar do tempo?Ou a soma de saudades? Será o peso dos anos, as velhas rugas no rosto?Um ou outro desgosto? Será minha pouca alegria,minha triste poesia?Ou minha falta de coragem? Minha adolescência perdida mocidade esquecida,meu desencanto com a vida? O morrer de meus sonhos, dos versos que ainda componho é idade envelhecida? E a falta de carinho,caminhar sempre sozinho,é opção na verdade ou é coisa da idade? Ah!Minha idade,alvorecer a cada dia com o canto da passarada fazendo revoada,idade?Que idade que nada. Com despertar de paixões balançar de corações,brilhos nos olhos da amada,cadê idade avançada? Minha idade,está em minha cabeça,embora o tempo me aborreça insistindo em passar. Não serei velho jamais,serei sim um homem vivido,sempre ávido para amar. Celio Rheis

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Te amar

Bem mais que ser amado,eu quero te amar,quero o ser alado em seu céu sobrevoar. Quero mais que ser eu homem,ser seu anjo protetor,quero falar,demonstrar,sempre declarar meu amor. Quero ser o guardião de seus mais intimos segredos,conhecer cada poro,ao toque de meus dedos. Não me basta de amar,te carregar no colo,quero cavalgar matas e relvas ou levadiços solos,fazer viagens siderais ser então o seu apolo. Quero te dar a certeza que nada vai de acontecer,alem de amor e carinho eterno-s gozo e prazer,seu sorriso de menina,nunca irá se apagar,quero o brilho de sus olhos a sempre me iluminar. Deixo aqui exposto enfim meu eterno compromisso,te darei felicidade,nem que eu morra por isso. Te amo Celio Rheis

Viagem

Viagem,sem distinção,sem preconceito ou opção,faça esta viagem sem ódio no coração. Esta viagem é linda ou feia se voce quiser,pode ser feita por homem,por criança ou mulher(ah! por voce tambem,tá?) Ninguem pode escapar desta intrigante viagem,nem precisa ter passagem ou mesmo requer bagagem. É uma viagem sem volta,sem mesmo destino anunciado,todos vamos é certo mas para lugar ignorado. Eu vou,voce vai,todos alem de nós dois,um pode ir agora mas o outro irá depois. Já sabe que viagem é esta?Que nem precisa passaporte?Sim minha querida muitos a chamam de morte. Celio Rheis

De nada adiantaria....

De nada adiantaria,existir toda inteligencia ou mesmo todas as logias,nem capacidade do mais nobre professor. De nada adiantaria tanta evolução curas para todas as doenças nem a impáfia do mais arrogante doutor. De nada adiantaria a minha inspiração,nem a minha poesias,ou mesmo a mais linda melodia. De nada adiantaria o trinar dos belíssimos canários ou a voz aveludada do cantor. Não de nada adiantaria,nem mesmo a grandeza do infinito,do balançar do mar,se não soubéssemos amar ou não conhecêessemos amor. Nada de nada valeria sem amor. Celio Rheis

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Talvez eu tenha te amado...

Talvez eu tenha te amado e você não percebeu,mesmo quando a rosa murchou e seu perfume se perdeu. Talvez eu tenha te amado,quando passava noites acordado,envolvendo seu corpo em caricias nas maiores e deliciosas doçuras. Talvez eu tenha te amado quando ia ao seu encontro,simplesmente louco para chegar e seu corpo tocar,sua boca beijar. Talvez eu tenha te amado mesmo quando me fazia triste e por muitas vezes tenha chorado. Mesmo quando a lua não mais execra seu poder sob a loba e não brilhava seu sorriso com a aquela linda cara de boba,mesmo ai talvez eu tenha te amado. Sim mesmo quando a desilusão batia a porta de meu coração,mesmo já não mais acreditando em amor e paixão,ainda assim eu tenha te amado. Talvez eu tenha te amado....... Celio Rheis

domingo, 8 de setembro de 2013

Poesias em áudio

Se voce gosta de poesias e quer ouvir online copie e cole em seu navegador o link abaixo,ouça e comente http://poetadoamorcygano.flogme.com.br/